>>>> Leia a fotografia, leia o texto <<<<

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Hino Nacional



Não ouviram do Ipiranga
E afogaram nas margens plácidas
Um povo heroico de brado retumbante,
O sol da liberdade em raios coagidos,
Brilhou somente nos olhos
De quem viu a Pátria “democrática”
Anulada em instantes

Se ousar sonhar com igualdade
Conseguirão derrubar com braço forte,
Em nossos seios, chora a liberdade
Mas continuaremos desafiando a própria morte

O Pátria amada
Idolatrada
Alguém salve!

Brasil, tem sido apenas um sonho intenso
Com amor, esperança
E pouca terra o pobre cresce,
Não conhece céu, nem rio, risonho e limpo
A imagem de seus sonhos sempre obscurece

Mas teu povo é gigante pela própria natureza
És belo, és forte, impávido colosso
Em teu futuro espero que conquiste essa grandeza

Terra adorada e saqueada
Como outras mil
És tu, Brasil
Ó Pátria amada!

De um dos seus filhos desse solo gentil
Para ti Pátria amada
Brasil!